HOME > Notícias > Jornal do Comércio - Governança da Petrobras obtém certificação de alto nível

Jornal do Comércio - Governança da Petrobras obtém certificação de alto nível

Jornal do Comércio - Governança da Petrobras obtém certificação de alto nível
19/12/2018



A Petrobras Distribuidora acaba de entrar no seleto grupo de menos de 20 empresas detentoras no Brasil do certificado de conformidade com as Normas Internacionais de Auditoria Interna. A BR recebeu essa chancela - de "Quality Assessment" - do Instituto dos Auditores Internos do Brasil (IIA Brasil).

O "Quality Assessment" analisa a aderência da auditoria interna à Estrutura Internacional de Práticas Profissionais, disseminada pelo IIA. No Brasil, já são certificados grandes bancos, a B3 e algumas sociedades de economia mista que reconhecidamente têm investido muito nos últimos anos no aperfeiçoamento de suas práticas de governança corporativa, como Sabesp, Banco do Brasil e Petrobras.

"A certificação ajuda a comprovar que o Conselho de Administração, o Comitê de Auditoria Estatutário e a Diretoria Executiva da Petrobras Distribuidora promoveram os esforços necessários para que a auditoria interna esteja alinhada às Normas Internacionais, atuando com independência e imparcialidade no propósito de contribuir para a melhoria dos processos de gerenciamento de riscos, controle e governança", explica Marcelo Fridori, gerente executivo de Auditoria da BR, lembrando que assim também se evidencia o cumprimento pela BR da Lei nº 13.303/16 e do Regulamento do Novo Mercado da B3, nos aspectos relativos à atuação efetiva da auditoria interna.

Para Braselino Assunção, diretor-geral do IIA Brasil, a conquista da Petrobras Distribuidora tem enorme valor, pois a coloca entre as empresas que atingiram o reconhecimento máximo que um departamento de auditoria interna pode obter.

"A QA é a certificação corporativa mais respeitada no mundo, cobiçada pelas principais organizações. E comprova, por minuciosas avaliações, que a empresa - seja pública ou privada - possui estruturas robustas de auditoria. É a validação de que a área está em linha com a Estrutura Internacional de Práticas Profissionais (IPPF), demonstrando padrões elevados de ética, transparência e eficiência", comenta Assunção.

 

Notícia publicada no site do Jornal do Comércio

Receba nossa newsletter