HOME > Notícias > Funcionários públicos são vitais para derrotar o COVID-19

Funcionários públicos são vitais para derrotar o COVID-19

Funcionários públicos são vitais para derrotar o COVID-19
18/05/2020



A cada ano, os EUA celebram as contribuições de funcionários do governo durante a Public Service Recognition Week (Semana de Reconhecimento do Serviço Público), que é de 3 a 9 de maio. No nível global, as Nações Unidas designam 23 de junho como o Dia do Serviço Público, que inclui o anúncio dos Prêmios de Serviço Público da ONU, agora em seu 17º ano. 

Essas celebrações devem ter um significado adicional em 2020, à luz da devastadora pandemia do COVID-19. Trabalhadores da saúde pública do mundo todo — médicos e enfermeiros que atendem aos milhares de hospitais públicos, cientistas do governo que trabalham para encontrar tratamentos e desenvolver uma vacina, funcionários do departamento de saúde que operam as instalações de testes — são os guerreiros da linha de frente que estão dedicando seu tempo, talento e energia para combater esse flagelo terrível, colocando em risco suas próprias vidas.

Esses trabalhadores corajosos e dedicados recebem justificadamente nossos elogios e admiração em abundância, mas também devemos reconhecer os funcionários públicos em todos os níveis do governo. Sem eles, derrotar o COVID-19 e enfrentar outros desafios que a humanidade enfrentaria seria praticamente impossível.

Duas táticas principais na guerra contra o COVID-19 são os editais de distanciamento social e permanência em casa, criados para limitar estrategicamente a propagação da infecção. Conforme aumenta a pressão para aliviar essas limitações, podemos ver que a estratégia evolui para testes obrigatórios e rastreamento de contato. Cada uma dessas abordagens pode ser realizada com sucesso, porque a população continua operando com relativo conforto, apesar das dramáticas disrupções em suas vidas. Foi aqui que o restante dos funcionários públicos — o exército silencioso, digamos assim — se prontificou.

É fácil ignorar todas as conveniências diárias simples que são possibilitadas por aqueles que dedicam suas vidas ao serviço público. Esperamos abrir a torneira e sair água limpa, ou que a polícia e os bombeiros respondam rapidamente quando estivermos com problemas. Assumimos que os semáforos funcionarão e que nossos parques e outros espaços públicos serão bem cuidados e limpos. Embora esses serviços possam ser tomados como garantidos, sua conexão com um funcionário público é óbvia, uma vez mencionada.

No entanto, existem muitos outros aspectos de nossas vidas diárias em que os funcionários do serviço público desempenham um papel significante, se não tão óbvio. Assumimos que seremos tratados de maneira justa pelo sistema judicial e que nossos direitos civis serão protegidos, que os alimentos nas prateleiras dos supermercados serão seguros para comer, que teremos ar puro para respirar e que a arrecadação com nossos impostos será gasta sabiamente. Tudo isso é possível por funcionários públicos anônimos, que também trazem habilidade e dedicação ao seu trabalho.

Seja em cargos de destaque ou trabalhando nos bastidores, a única característica comum entre esses trabalhadores é o compromisso com o serviço público. Isso nunca deve ser subestimado. É comum — na verdade, de rigueur —, retratar os funcionários públicos como preguiçosos, pagos em excesso ou operando por motivos próprios. Mas, como alguém que passou mais de 25 anos trabalhando no setor público, posso dizer com confiança que a grande maioria é trabalhadora, dedicada e comprometida em servir o bem público.

Isso também descreve os auditores do setor público. Seus papéis no governo elevam o serviço público a um nível ainda mais alto. Esses homens e mulheres dedicam seus corações e mentes à detecção e dissuasão de fraudes, buscando ineficiências em operações públicas, descobrindo casos de corrupção e identificando e ajudando a gerenciar riscos. Tudo isso ajuda a garantir que os serviços financiados pelos contribuintes sejam eficazes, eficientes e justos.

No entanto, as duas maiores contribuições que os auditores do setor público podem oferecer — sejam eles inspectores gerais dos EUA; chefes controladores financeiros; controladores gerais; auditores gerais; ou auditores estaduais, provinciais ou locais — são:

  • Direcionar a brilhante luz da transparência e da prestação de contas para as instituições públicas.
  • Falar a verdade para o poder.

Escrevi sobre esses dois assuntos no contexto geral da auditoria interna em muitas ocasiões, e certamente não se limitam à auditoria do setor público. No entanto, essas são ferramentas poderosas que levam nossas instituições públicas a oferecer o melhor serviço possível. Durante essa crise de saúde pública, exigir o melhor ajudará a derrotar a pandemia do COVID-19 de maneira rápida e eficaz.

"Guardiões da Confiança Pública", eu os saúdo!

Receba nossa newsletter