Aviso Site sobre uso de Cookies:

A proteção dos dados pessoais é importante para o IIA Brasil. Usamos cookies para analisar o tráfego do site e assim melhorar os nossos serviços. A continuação do uso do nosso site, sem alterar as configurações do seu navegador, confirma a sua aceitação desses cookies.
Para mais informação, consulte a nossa política de cookies.


CONCORDO

HOME > Notícias > O que meus 10 artigos mais lidos de 2020 dizem sobre os auditores internos

O que meus 10 artigos mais lidos de 2020 dizem sobre os auditores internos

O que meus 10 artigos mais lidos de 2020 dizem sobre os auditores internos
15/12/2020



Este ano, meu blog semanal foi lido até agora por mais de 300.000 auditores internos e outros profissionais de todo o mundo. Todos os anos, desde 2016, dedico tempo para examinar o artigo mais popular do blog, em busca de pistas sobre as prioridades da auditoria interna no ano passado. Não é de surpreender que a lista de 2020 tenha sido dominada por conteúdo relacionado ao COVID-19. A pandemia tem sido a força motriz por trás das mudanças que alteram o mundo, desde remodelar modelos de negócios e redefinir o local de trabalho, até acelerar a transformação digital e reescrever as regras do consumismo.

Cinco dos 10 principais artigos do “Chambers on the Profession” em 2020 consideraram o impacto do COVID-19 sobre a profissão de auditoria interna. Isso incluía o principal artigo, publicado no início de março, quando a disseminação potencialmente global do vírus estava se tornando evidente. A postagem, que atraiu cerca de 30.000 leitores, abordou como os auditores internos poderiam ajudar suas organizações em face dos riscos da pandemia.

Aqui está um resumo de cada um dos 10 principais artigos — em ordem decrescente —, bem como links para os textos originais:

In the Face of the Coronavirus, Internal Auditors Must Do More Than Don Masks. Este artigo surgiu no início da evolução do vírus, quando era mais conhecido como coronavírus. Nele, compartilhei cinco ações fundamentais que os auditores internos devem realizar para apoiar suas organizações.

New IIA Three Lines Model Offers Timely Evolution of a Trusted Tool. O novo Modelo das Três Linhas do IIA, que trouxe um novo olhar sobre as Três Linhas de Defesa, gerou grande interesse. Seu potencial de mudar a forma como as organizações olham não apenas para o risco, mas também para os controles, colaboração, comunicação, prestação de contas, avaliação e muito mais, gerou um público significativo. É importante ressaltar que abordei a questão da independência e objetividade do auditor interno em relação ao modelo. A principal conclusão foi que "independência não implica isolamento".

Returning to Workplaces Will Be Risky: Roll Up Your Sleeves, Internal Audit. Retornar ao local de trabalho cria uma infinidade de riscos que não são normalmente encontrados nas avaliações de riscos da maioria das organizações. Conforme se tornam evidentes as perspectivas de que a pandemia está se arrastando para 2021, três áreas principais de foco de risco devem continuar a ressoar com os leitores: prevenir a disseminação do COVID-19, criar controles apropriados para o local de trabalho e estabelecer como identificar e isolar funcionários que possam ter a doença.

Return-to-workplace Risks: Is Internal Audit Stepping Up? Uma pesquisa do IIA com chefes executivos de auditoria (CAEs) da América do Norte forneceu uma resposta decididamente mista sobre se as organizações estavam preparadas para um retorno seguro ao local de trabalho e se a auditoria interna estava suficientemente envolvida. A pesquisa do Audit Executive Center, realizada no início de maio, descobriu que mais da metade das organizações podem não estar bem preparadas para lidar com alguns fatores essenciais para retornar com segurança ao local de trabalho. O que é ainda mais preocupante: muitos entrevistados não puderam fornecer uma opinião sobre a prontidão de sua organização para cerca de um terço dos fatores examinados. Isso sinalizou que um grande número de funções de auditoria interna estavam de fora quanto a alguns dos maiores riscos enfrentados por suas organizações.

For Internal Audit, Success Boils Down to Five A’s. Há alguns axiomas básicos que acredito que definam o sucesso de qualquer função de auditoria interna, que delineei em um dos principais artigos do ano no blog não relacionados ao COVID-19. Com base em mais de 45 anos nesta profissão, acredito que existem cinco princípios básicos para o sucesso dos auditores internos. Eu os chamo de Os Cinco As da Auditoria Interna Eficaz.

Fraud Report Affirms Internal Audit’s Value at Critical Time. O relatório anual Report to the Nations da Association of Certified Fraud Examiners (ACFE) fornece de forma confiável a afirmação do valor da auditoria interna para as organizações. A pesquisa Global Fraud Survey reflete consistentemente o papel significante que a auditoria interna desempenha e o valor que ela agrega na detecção e prevenção de fraudes. Neste ano extraordinário, a mensagem do relatório sobre o valor da auditoria interna era mais necessária do que nunca.

Internal Audit, COVID-19 Risks, and the Year Ahead. À luz dos impactos contínuos da pandemia, antecipar riscos nunca foi tão crítico quanto é hoje. O COVID-19 acelerou a velocidade do risco a níveis sem precedentes, tornando a maioria das avaliações de riscos realizadas em 2020 limitada em sua utilidade. No entanto, as incertezas causadas pela pandemia em 2020 são apenas uma gota no oceano em comparação com a incerteza dos riscos que enfrentaremos em 2021.

Pandemic and Looming Recession Demand Internal Audit to Step Up. A conversa não é mais sobre se haverá uma recessão global. Em vez disso, a questão é o quão profunda ela será e quanto tempo durará? As crises econômicas oferecem ameaças e oportunidades para a auditoria interna, e os profissionais devem estar prontos para apoiar suas organizações.

10 Signs Trouble May Be Brewing for the CAE and Internal Audit. Cada CAE deve revisar continuamente os grupos de stakeholders atuais e potenciais e reavaliar suas necessidades, que podem mudar rapidamente. Existem sinais de que os stakeholders podem não estar impressionados ou podem até mesmo estar insatisfeitos com a liderança do CAE e o valor fornecido pela auditoria interna.

Five Internal Audit Resolutions for 2020 and Beyond. A pandemia rapidamente tornou irrelevantes as resoluções para 2020, ou, pelo menos, é o que parece. No entanto, uma revisão das resoluções que ofereci em janeiro revela que continuam a gerar identificação, mesmo em face desses tempos desafiadores.

Ao revisar a lista dos principais artigos de 2020, fiquei surpreso com duas coisas: primeiro, o COVID-19 nos ensinou que a única certeza é a incerteza. Isso deve sinalizar claramente aos auditores internos o valor de estar bem preparado, ser resiliente e estar sintonizado com os riscos emergentes que podem ameaçar nossas organizações. Em segundo lugar, pergunto-me como será esta lista no fim de 2021. Não apenas teremos vivido mais um ano do impacto da pandemia, como também meu blog semanal para o IIA terá chegado ao fim. Mas não tema, pois pretendo continuar compartilhando minhas perspectivas sobre a profissão de maneiras novas e ainda mais estimulantes.

Apesar da incerteza no mundo em que vivemos e das mudanças que estão por vir, estou ansioso para ver o que o próximo ano trará e continuar a compartilhar minhas visões com vocês, meus fiéis leitores.

Richard F. Chambers, presidente e CEO do Global Institute of Internal Auditors, escreve um blog semanal para a InternalAuditor.org sobre questões e tendências relevantes para a profissão de auditoria interna.

Receba nossa newsletter