HOME > Notícias > Portal Dedução - 84% dos CEOs consideram a Inteligência Artificial essencial para a competitividade das empresas

Portal Dedução - 84% dos CEOs consideram a Inteligência Artificial essencial para a competitividade das empresas

Portal Dedução - 84% dos CEOs consideram a Inteligência Artificial essencial para a competitividade das empresas
17/09/2019



“A tecnologia está causando múltiplas rupturas nos processos e padrões de auditoria no mundo. O alerta foi dado por Larry Harrington, auditor norte-americano especializado na aplicação da inteligência artificial no ambiente da auditoria. Ele abriu na manhã desta segunda-feira (16/09), o Congresso Brasileiro de Auditoria Interna (Conbrai). em Florianópolis – SC.

Inteligência artificial ou, artificial intelligence – A.I., em inglês, é um ramo de pesquisa da Ciência da Computação que se ocupa em desenvolver mecanismos e dispositivos tecnológicos que possam simular o raciocínio humano, ou seja, a inteligência que é característica dos seres humanos.

Larry mostrou dados de uma recente pesquisa realizada nos EUA, com 835 executivos de 13 empresas globais, cujo resultado aponta que 84% dos CEOs consideram a Inteligência Artificial essencial para a competitividade das empresas.

“As transformações estão acontecendo a cada dia e o uso da AI só irá aumentar. Caberá ao auditor se atualizar sobre os avanços tecnologia para se manter capaz de monitorar riscos de fraudes com muito mais vigor porque os riscos continuarão existindo”. Em seguida o expositor comentou um dado da pesquisa americana que aponta: 47% empresas da área de tecnologia estão adotando aplicativos em aparelhos celulares, sem avaliar os possíveis riscos relacionados ao uso. “O auditor continua sendo imprescindível para evitar riscos como estes, nem toda tecnologia é de ponta, mas costuma ser utilizada especialmente nos países em desenvolvimento”.

Larry Harrington é considerado um dos maiores especialistas em defesas de mercados governamentais, por sua atuação de anos a fio, como executivo chefe de auditoria da Raytheon Company. Esta empresa norte-americana atua na área de armamentos e equipamentos eletrônicos para uso militar e comercial e é a maior produtora mundial de mísseis guiados.

No que tange à corrupção em países como o Brasil, ele acredita que é preciso coragem para enfrentar fraudes. “Será necessário cada vez mais rastrear dados para esclarecer equívocos e apontar as fraudes”.

A 39a edição do Conbrai termina nesta terça-feira (17/09) com a participação do ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário.

 

Notícia publicada no site Portal Dedução

Receba nossa newsletter